Gravata larga para homens modernos

25.06.2017

 

Na moda, há uma regra padrão: o tradicional se opõe aos novos shapes, ao visual dito mais moderno. Como toda certeza, ela acaba de ruir. Essa semana, durante o Milan Fashion Week, uma das principais passarelas para a moda masculina, a Fendi mostrou que subverter a ideia do guarda-roupa corporativo formal passa por usar gravatas mais largas ao invés do contemporâneo modelo slim.

Entre as ideias sutis para tirar a sisudez e o perfil careta do traje, entrou a brincadeira de combinar cores diferentes e estampas em gravatas largas. O modelo tradicional de gravata também é chamado de Luxury Classic e a parte mais larga do triângulo, que fica perto do cinto, tem cerca de 9,5 centímetros. A Classic aparece com cerca de 9 centímetros, a Trim Classic com entre 7,5 e 8,5 centímetros, o modelo Skinny varia entre 6 e 7,5 centímetros e o mais estreito deles, o Extreme Skinny, apresenta a menor forma: de 4 a 6 centímetros. 

Quando uma grife estrelada como a Fendi fala essa linguagem, temos de ficar atentos e tentar cometer menos erros, baixar a guarda do preconceito. Nos últimos anos tenho visto muitos amigos entendidos de moda usando gravatas skinny quase que aleatoriamente, como se a forma fosse mais importante que o conteúdo. Nesse caso, a imagem que se quer passar e o tipo físico.

Para jogar bem no seu time, a gravata precisa estar em harmonia com a largura da lapela e ambas de acordo com a silhueta, principalmente o torso. Normalmente as fininhas caem bem em homens magros e não muito altos. Ou seja, se você tem mais de 1,80 metro de altura, repense o uso de uma skinny. Afinal, ela foi criada para alongar a perfil.

Eu passo um pouco dessa medida, o que para fins de Nordeste já é muito bom. Por aqui os homens não são tão altos como em outras regiões. E, confesso, só usei gravata skinny duas vezes na vida. A maior parte das minha é do tipo trim. Para atualizar o look, sempre tomei partido da brincadeira de combinar texturas e estampas completamente diferentes. A Fendi fez isso brilhantemente.

A coleção masculina da primavera-verão 2018 é superleve. Além de brincar com padrões, aposta em transparências e um nylon bem esportivo para recriar o paletó que pode vir sobre uma camisa sem manga. A produção é mais formal na parte de cima e completamente despojada na de baixo. A marca chamou esse conceito de “Slype look” e arrancou aplausos.

A brincadeira continua na camisa de seda e na meia esportiva que, até então, estava banida da ideia de traje ideal para aparecer na firma. Há inovações claras, mas algumas apostas só formam extravasadas. A meia mais grossa, por exemplo, já tem um tempo que é usada com padrões bem diferentes de listras, poás e mais, trazendo um quê de humor.

Particularmente, tenho optado nos últimos anos pela gravata borboleta. Justamente pelo toque de descontração ela hoje é minha preferida. Totalmente proibida em ambientes e ocasiões diferentes do black-tie, a borboleta agrega frescor e um jeito old fashion que combina muito com desembaraço.  É também o meu jeito de estar livre da gravata que me acompanhou durante mais de 15 anos de telejornal. Enfim, cada um tem sua história e um jeito de dar a guinada.

Sei bem que o meu tipo de gravata nunca será o preferido da maioria. Mas sei também que meu papel ao ler sobre a história da moda e acompanhar as últimas tendências é também informar sobre como tomar partido do melhor formato para cada tipo físico. Então, fica a dica: estreitar a gravata não faz de ninguém um homem atualizado, muito menos moderno. E ela, é ainda mais importante dizer, não passa de um complemento. Importante, sim, mas é adorno. O terno ou paletó com a lapela certa para a largura do seu peito e ombros fala muito mais sobre sua personalidade que qualquer outra peça. Essa regra o tempo não conseguiu mudar.

 

* Texto originalmente publicado no Novo 

 

 

 

 

Please reload

Destaque

O que comprar em promoção?

08.07.2019

1/6
Please reload

O CRICOFELIX.COM é o site criado pelo jornalista Cristiano Felix sobre tudo o que interessa ao dândi moderno: tecnologia, moda, comportamento, gastronomia etc. As imagens contidas podem ser creditadas ou reproduzidas de fontes externas. Caso você tenha os direitos sobre qualquer imagem publicada aqui e não quiser que ela seja veiculada, entre em contato para que ela seja prontamente removida.  

Categorias:

Comente aqui:

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now