Navy: o principal estilo criado por Coco Chanel

24.11.2015

Gabrielle Bonheur inventou muita coisa, inclusive fantasiou boa parte da vida ao se tornar o ícone Coco Chanel. Filha de mãe solteira, costumava contar que a mãe morreu quando ela tinha dois anos, quando na verdade isso aconteceu aos 12. Também forjava a própria data de nascimento, querendo parecer dez anos mais jovem. Tem, enfim, uma biografia intensa e conturbada. E no meio de tanto brilhantismo existem méritos como ter criado diversas modas, entre elas o navy.

Era início da década de 1920 quando Coco lançou despretensiosamente as ideias de se vestir de uma maneira mais informal, valorizando três cores: branco, azul e vermelho. Os acessórios eram predominantemente dourados e o uso de estampa listrada uma constante. É uma criação tão forte que, passado um século, pouca coisa mudou.

De todas as propostas lançadas por Coco Chanel, algumas se destacam: o tailleur de lã, o colar de perolas e o broche de camélia, sua flor preferida; ela tirou o jérsei das roupas íntimas para cobrir o corpo inteiro num vestido, instituindo o pretinho básico, além de proclamar o navy como o básico que seria enxergado como chique a partir dali. O estilo marinheiro tem outra vantagem sobre os outros, que me desculpem os historiadores que pensam na estilista como um símbolo da moda feminina: é extremamente interessante por ser uma moda unissex.

 

Nós homens estamos revisitando o navy a cada verão. É claro que ainda existe alguma resistência, sobretudo nos grandes centros urbanos. Mas, como o Brasil é um país com um litoral gigantesco de 7,4 mil km, a maior parte da população adere sem restrições, sobretudo no verão.

Eu moro em Natal e aqui é verão o ano inteiro. Claro que peças com essa referência não estão nas lojas sempre, mas todo mundo tem no armário as suas preferidas. E, sim, elas são usadas durante os doze meses. No verão as bermudas e calças são de linho, nas outras épocas elas mudam um pouco e a sarja aparece como protagonista. Com ambas se faz combinações interessantíssimas.

A mesma coisa acontece com as bermudas, o azul marinho está sempre em alta. No verão nós dobramos um pouco a barra e voilà, está atualizada a produção. E, claro, o blazer da mesma cor é cada vez mais usado. Para arrematar o visual, os mais descolados trocam o cinto por cordas finas e mocassim por dockside.

Fiz uma produção bem leve, no melhor estilo curtindo o balneário para a gravação de um programa de tevê em um hotel à beira mar. A bermuda e a camisa são do verão 2016 da Colcci. E também aproveitei para separar outras referências para quem não mora numa cidade de praia e quiser investir nessa proposta.

Dica extra: invista em peças de origem náutica como o duffle coat e a malha fisherman, como nas duas primeiras imagens da galeria. Você vai perceber que o navy vale até para o inverno. 

 

Texto: Cristiano Félix

Fotos: Éverton Barbosa

 

 

 

 

 

 

Please reload

Destaque

O que comprar em promoção?

08.07.2019

1/6
Please reload

O CRICOFELIX.COM é o site criado pelo jornalista Cristiano Felix sobre tudo o que interessa ao dândi moderno: tecnologia, moda, comportamento, gastronomia etc. As imagens contidas podem ser creditadas ou reproduzidas de fontes externas. Caso você tenha os direitos sobre qualquer imagem publicada aqui e não quiser que ela seja veiculada, entre em contato para que ela seja prontamente removida.  

Categorias:

Comente aqui:

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now