Vestidos de Frida Kahlo e a moda contemporânea

08.09.2015

 

O estilo da artista Frida Kahlo é inconfundível. Ora vibrante, ora melancólico, é definitivamente uma das melhores definições de autorretrato. Frida não é apenas sua obra, mas sua completa expressão. Por isso é que ouso dizer que um verdadeiro tesouro artístico ficou guardado dentro do banheiro da Casa Azul, onde viveu com Diego Rivera, por meio século. Mas agora os vestidos de Frida estão expostos no museu, em parceria com a Vogue e com curadoria de Circe Henestrosa Conoan. A exposição “As aparências enganam: os vestidos de Frida Kahlo” vai até dezembro de 2016.

Foi o próprio Diego quem exigiu que aquele ambiente da casa só fosse aberto após 15 anos da morte de Frida, ocorrida em 1954. Mas ele ficou bem mais que isso. O banheiro foi aberto por volta de 2004 e os vestidos passaram por restauro durante cinco anos. São mais de 300 peças entre vestidos, acessórios, coletes de gesso usados após um acidente quase fatal aos 18 anos e a prótese da perna que ela mesma desenhou depois que sua perna direita foi amputada.

Você pode estar achando estranho eu falar de Frida Kahlo aqui no blog, já que o conteúdo é claramente direcionado para homens. E é por isso que vou deixar três argumentos infalíveis: 1) A linguagem de moda fica muito mais interessante quando é associada com personalidade e isso Frida mostrou de sobra. Sua roupas influenciaram o estilistas como Jean Paul Gaultier, Christian Lacroix, McQueen, além de Dolce & Gabbana; 2) Frida se vestiu com trajes masculinos, do pai, durante a adolescência e depois que se divorciou de Diego quis acabar com tudo o que o agradava, cortou os cabelo e voltou a usar ternos; 3) Como Madonna fez em entrevista à revista Vanity Fair, digo eu aqui: Frida Kahlo é minha artista preferida.

O estilo de Frida é difícil de categorizar, mas fácil de interpretar. Muito do seu estilo foi incorporado ao universo POP. As coroas de flores que a artista usava hoje estão na cabeça de Lana del Rey e a banda ColdPlay intitulou seu álbum Viva la Vida com base em um quadro da pintora.

Como diz no enunciado da exposição: a mostra não fala apenas do amor como força motriz e das convicções políticas de Frida para usar sua indumentária étnica. Ela propõe tradição e incapacidade como novos componentes que nutriram a decisão da pintora de abusar da excentricidade, mostrando estilo próprio.

Frida foi figurinista de si mesma. É um exemplo de estilo pra todos nós. 

 

 

 

Museo Frida Kahlo

Endereço: Rua Londres, 247, Coyoacán – Cidade do México/D.F. do México

Telefone: 5554 5999

 

Texto e fotos: Cristiano Félix

Please reload

Destaque

O que comprar em promoção?

08.07.2019

1/6
Please reload

O CRICOFELIX.COM é o site criado pelo jornalista Cristiano Felix sobre tudo o que interessa ao dândi moderno: tecnologia, moda, comportamento, gastronomia etc. As imagens contidas podem ser creditadas ou reproduzidas de fontes externas. Caso você tenha os direitos sobre qualquer imagem publicada aqui e não quiser que ela seja veiculada, entre em contato para que ela seja prontamente removida.  

Categorias:

Comente aqui:

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now