Aprecíe: a melhor novidade gastronômica de Pipa

24.07.2015

Como em qualquer destino turístico, na praia de Pipa, a mais badalada do Rio Grande do Norte, é assim: o roteiro gastronômico se renova a cada verão. Em muitos outro lugares, porém, as casas fecham as portas em períodos de baixa estação, dando férias coletivas aos funcionários. Mas esse ano surgiu uma novidade para quebrar a regra. O restaurante Aprecíe foi inaugurado em pleno março e em apenas quatro meses de funcionamento já é o segundo melhor avaliado pelos internautas no TripAdvisor, entre os 82 listados naquele pedaço do litoral. 

Cheguei até lá depois de uma recomendação. Ao sair da pousada em que estava hospedado, disse a um argentino que trabalha por lá que gostava de jantar no Traquilo e ele me falou que o chef Ricardo Rudney havia saído de lá para montar seu próprio negócio, o restaurante Aprecíe. 

O restaurante tem gastronomia gonstemporênea, de fusão, é simples, pequeno. Fica na esquina da rua Ben-te-vis, distante 30 metros da Avenida Baía dos Golfinhos (conhecida como rua principal) e tem apenas oito mesas no salão. A maioria delas para dois e algumas poucas para quatro pessoas. O clima é bem intimista, pra casalzinho mesmo.

Fui acompanhado e pedi um vinho. A carta é pequena e está escrita com giz, numa parede verde, mas o preço é bem justo. Por um Trapiche malbec, por exemplo, paguei R$ 60. O jantar começou com um sushi – maki roll com tartar de atum, servido com maionese de wasabi e dois molhos: teriaki e pesto de manjericão. Seis peças por R$ 19,00. 

O principal me deixou em choque. Pedi um filé de dourado coberto com molho Vermounth e servido com batatas rústicas, vegetais, picles de cebola roxa (R$ 38,00). O peixe estava suculento, com crosta crocante e o molho absurdamente delicioso. Provei o prato ao lado, um filé mignon (R$ 43,00) com crosta de pimentas e molho de conhaque, também muito saboroso. 

Os clientes de todas as outras meses, sem exceção ou exagero, elogiaram o chef ou pediram para cumprimentá-lo. Eu nunca tinha visto nada parecida, não com essa unanimidade. E, claro, também fiquei curioso. Como era fim do expediente, Ricardo largou as caçarolas que divide com dois cozinheiros, e se aproximou da minha mesa. Perguntou se estava tudo “em ordem” e eu respondi que sim.

Quando digo fim do expediente é porque já era tarde da noite, passava das 23h30 – horário de fechamento – quando chegou a hora mais feliz, a da sobremesa. Elas normalmente são preparadas durante o dia para serem servidas à noite, já que o restaurante só abre para o jantar. Naquele dia muitas já tinham acabado. Sem saber disso eu pedi um parfait, que precisou ser feito na hora.

O parfait é uma sobremesa francesa criada na confeitaria parisiense Bordonneuxnos idos de 1750, servida gelada como um sorvete, mas com uma consistência mais próxima de mousse. A minha, obviamente, não teve tempo de ser resfriada, mas ao me aproximar da cozinha para fazer uma foto do chef, pude vê-lo preparando. Ele bateu com um mixer e depois à mão mesmo e em pouco mais de cinco minutos estava pronta aquela delícia à base de iogurte, com camadas intercaladas de calda de frutas vermelhas – também feita na hora – e coberta de castanhas. 

Estava mais próxima no natural, diferente de como deve ser servida, mas foi aí que o Aprecíe me ganhou de vez. Ricardo estava tão seguro que nem se importou em me servir fora da temperatura, o sabor superava esse detalhe. 

Apesar dos elegios, o chef Ricardo Rudney me pareceu um cara bem pé no chão, sem os deslumbramentos que permeiam o universo atual da gastronomia. O cara é mossoroense e vive em Pipa há nove anos. Antes disso rodou um bocado, trabalhou em restaurantes da América Latina, especialmente na Argentina, mas não pretende largar esse vida mais pacata de praia do Nordeste.

"Eu vivo em Pipa há nove anos, tenho minhas pranchas e minha cozinha aqui. Esse é o lugar ideal", disse. Um pouco antes - eu não pude deixar de ouvir - ele foi chamado por um turista de Pernambuco e agradeceu o elogio dizendo: "Talvez eu tenha me inspirado nas ondas que peguei hoje."

Vai ver trabalhar sem pressão e ter prazer são mesmo os grandes temperos da cozinha. 

 

Texto e fotos: Cristiano Félix.

 

Please reload

Destaque

O que comprar em promoção?

08.07.2019

1/6
Please reload

O CRICOFELIX.COM é o site criado pelo jornalista Cristiano Felix sobre tudo o que interessa ao dândi moderno: tecnologia, moda, comportamento, gastronomia etc. As imagens contidas podem ser creditadas ou reproduzidas de fontes externas. Caso você tenha os direitos sobre qualquer imagem publicada aqui e não quiser que ela seja veiculada, entre em contato para que ela seja prontamente removida.  

Categorias:

Comente aqui:

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now