A força do militarismo

12.07.2015

Ele ressurge invariavelmente a cada inverno. O sentido é sempre o mesmo, de proteção. Mas esse ano o militarismo apareceu com uma pegada diferente. Com mais atemporalidade, digamos. Começou a ser usado na estação mais fria, vai continuar no nosso verão e já está sendo visto nas passarelas internacionais para o inverno 2016 que começa no final desse ano. Ou seja, pra nós que vivemos aqui Brasil, essa moda continua forte até meados do próximo ano. Pelo menos. 

O mais interessante é observar o movimento que as pessoas fazem com o estilo militar. Diferentemente do que muita gente pensa, a moda não é ditada por algumas dezenas de estilistas espalhados pelo mundo. Ela nasce das rua, depois sobe as passarelas e vai pra rua novamente. Como a gente reutiliza o militarismo a cada chegada de inverno, os criadores da moda sempre bebem dessa fonte e colocam, claro, uma pitada de inovação.

Alguns estudiosos defendem que o traço mais forte de cultura na moda é a identidade que ela carrega, seu cunho reivindicatório, de protesto, de humor. E eu concordo plenamente. No caso do militarismo, ele é mais visto e duradouro, portanto, em épocas difíceis, de violência e guerra. O uniforme militar vira referencia e nos dá uma força emocional para superar as adversidades, ora protegendo, ora camuflando. 

Como nas fotos que abrem essa postagem, o verde militar – observem bem como ele foi batizado – é uma das maiores referências do estilo. É das mais fáceis de compor também. O combo jeans, camisa básica e botas é suficiente para começar a se exercitar. Se você está em treinamento, experimentando combinações, lembre da dica mais interessante e que vale para qualquer padrão: nunca saia com muitos elementos iguais para não correr o risco de parecer fantasiado.

Uma boa arma são óculos Ray Ban estilo aviador, que  se tornaram um ícone. As botas, mais rústicas e pesadas ou como sapatos de cano alto, são outra boa opção e talvez nunca tenham sido tão bem aceitas pelo mercado – isso é a parte chata da história. 

Pra falar do consumismo e de como as pessoas absorvem absolutamente tudo da moda, infelizmente sem entender o real motivo, disponibilizo aqui uma edição do Fashion Splash – História da Moda. Recomendo que vocês vejam todos os blocos, são interessantíssimos, mas a crítica feita por jornalistas da área está no terceiro, ok?

Cultura, história e moda estão tão intimamente ligados que é fácil encontrar exemplos. Hugo Boss se tornou um deles ao desenhar modelos de uniformes para os soldados, durante o período da Alemanha nazista. 

Procurei aqui pela internet algumas imagens interessantes que fujam da onda verde e as mais legais, sem dúvida, são de uma campanha da Balmain. Talvez por não terem o tradicional camuflado muita gente nem reconheça isso como militarismo. Mas é. E é puríssimo!

Preto, cinza e cáqui são cores que nos remetem as trincheiras, muito mais do que aos safaris interpretados por alguns. Mesmo porque o animal print já toma todo o espaço dessa ideia de selva e ultimamente aparece até mesclado com outros temas, como florais e listras. Ou seja, essas duas picadas na mata, abertas pela indústria da moda, tomaram caminhos absolutamente diferentes. 

Quer saber de outras evoluções do estilo militar? O casaco na altura da coxa que deu origem ao elegantíssimo trench coat. Ou mesmo o jeans que ganhou vários bolsos e inspirou a alfaiataria utilitária. Isso sem falar do estilo Top Gun que é imortal. 

Pra mostrar como é eterno e sempre atual, o militarismo foi reinterpretado lindamente por Stefano Pilati para o outono-inverno 2015/2016 da Ermenegildo Zegna. A lã está presente, mas os tecidos pesados abriram espaço para os mais leves, com a ajuda da tecnologia. Algumas jaquetas de tecido fino são aquecidas a partir de uma bateria. 

Toda essa performance em evolução é fruto de muito treinamento. O eco-herói sabe disso e está pronto para ganhar as ruas mais uma vez com uma cartela de cores sóbrias, eternas como qualquer clássico. 

 

Texto: Cristiano Félix

Fotos: Éverton Barbosa + referências

 

Please reload

Destaque

O que comprar em promoção?

08.07.2019

1/6
Please reload

O CRICOFELIX.COM é o site criado pelo jornalista Cristiano Felix sobre tudo o que interessa ao dândi moderno: tecnologia, moda, comportamento, gastronomia etc. As imagens contidas podem ser creditadas ou reproduzidas de fontes externas. Caso você tenha os direitos sobre qualquer imagem publicada aqui e não quiser que ela seja veiculada, entre em contato para que ela seja prontamente removida.  

Categorias:

Comente aqui:

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now