Boho é o estilo do nosso tempo

04.06.2015

Velocidade na comunicação, referências, misturas, etnias, comportamento: tudo isso junto, misturado e agora: isso é o boho. Tecnicamente a expressão serve para designar tribos de burgueses boêmios do SoHo, um bairro cool de Manhattan, em Nova York. Na moda a regra é valer-se de forma particular e inconfundível de todas as suas características e colocar isso na forma de se vestir.

O ícone mais elementar é a estamparia. E é aí que aparecem influências do folk, rocker, punk, estilo romântico, desenhos peruanos, indianos, africanos e elementos vintage. A iniciativa de misturar é livre. O ar é livre e, por isso, muito visto em festivais de música. 

Um dos caras mais interessantes que tem essa atitude é o ator e líder da banda 30 Seconds to Mars, Jared Leto. Sem esquecer o fato de que o cara tem 43 anos e já venceu vários VMA e EMA, todo o resto do estilo é singular. Recentemente ele pintou no Coachella Music Festival, no meio da galera, e chamou muita atenção.

Vendo o Jared já dá pra a gente tirar uma conclusão dos equívocos que normalmente orbitam sobre o estilo boho. A primeira é que o étnico é soberano. Aliás, pode nem haver estampa étnica na composição. A segunda é que o mix faz toda a diferença e nisso vale até jogar um animal print.

Outra evidência é que você não precisa limitar o boho a ambientes alternativos. Esse estilo pode (e deve!) ser muito explorado em ocasiões menos largadas - e até mais formais -, em que o corte da roupa precise ser enfatizado. Quando receber o próximo convite pra uma festa bacana você já sabe o que fazer, certo?

A proposta da foto abaixo, de blazer com camiseta longline, ficou muito bacana. Sobre o longline a gente já falou aqui.

Mais uma: os elementos pesados já dataram em muitos lugares. Por aqui ainda vão ser vistos nesse inverno, mas é bom ir pensando em mais misturas que não envolvam tricôs, cardigãs e casacos. 

O estilo foi muito visto como na foto que está logo aqui abaixo, mas sempre é preciso evoluir. 

No verão é uma boa opção pensar em tipos diferentes, como nessa outra referência.

Boho pode ser ora elegante, ora litorâneo. Pode ser as duas coisas juntas. Pra isso o uso do chapéu é indispensável. Quem não larga os seus por nada é o também ator Johny Depp. Já falamos dele aqui, mas não custa reforçar que é outro cara que você pode colar pra descobrir as mais fortes tendências da moda. 

Como usar o BOHO

 

* Aposte no mix de estampas em qualquer época, usando sobreposição no inverno e contrastes de peças leves no verão. 

* Nos dias mais frios, aposte em cachecóis e lenços. 

* Vale usar todo tipo de peça, inclusive quimonos. Ainda que algumas sejam mais difíceis de combinar, experimente!

* Acessórios são indispensáveis, da cabeça aos pés. Aposte nos chapéus, gorros, colares e pulseiras. 

* As camisas jeans de lavagens mais rústicas e pesadas combinam muito bem com essa moda.

* Esqueça as produções monocromáticas. Ainda que não use estampa, monte um mix de cores. Até unir várias neutras pega melhor que o minimalismo.

* Botas e coturnos desgastados combinam perfeitamente com qualquer produção, mas não é tudo o que você pode levar nos pés. Sapatos, tênis descolados e esportivos também criam bons contrastes. 

 

Essas dicas pode te ajudar, mas não devem limitar sua criatividade. Afinal, ser espontâneo é uma das melhores coisas da vida. Então, abuse da criatividade. 

 

Texto: Cristano Félix

Fotos: Éverton Barbosa e referências

 

Please reload

Destaque

O que comprar em promoção?

08.07.2019

1/6
Please reload

O CRICOFELIX.COM é o site criado pelo jornalista Cristiano Felix sobre tudo o que interessa ao dândi moderno: tecnologia, moda, comportamento, gastronomia etc. As imagens contidas podem ser creditadas ou reproduzidas de fontes externas. Caso você tenha os direitos sobre qualquer imagem publicada aqui e não quiser que ela seja veiculada, entre em contato para que ela seja prontamente removida.  

Categorias:

Comente aqui:

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now