Versace prima pela ausência e surpreende

Versace 1.jpg

Uma competição que pouco se vê tão acirrada no universo da moda masculina aconteceu no desfile da Versace em Milão. Muitos disseram que os 90 looks apresentados são uma versão pobre da marca que tem o DNA nivelado pelos excessos e pela exuberância da Medusa. É certo que a caraterística principal foi repentinamente quebrada, mas eu acho que a Versace ganhou muito ao surpreender pela abundância de tecidos – uma qualidade cada vez mais perseguida pela indústria – e por mostrar peças ousada, mas fáceis de combinar.


Versace 2.JPG

Leggings grossas: as calças estavam coladas, criando uma silhueta que jogava o volume para os ombros. Cardigãs na altura dos joelhos e meio desleixados colocam em dúvida a predileção de um homem que tem gostos caros e é fiel àquela marca.


Versace 3.jpg

As exceções talvez sejam os casacos geométricos/maximalistas que circularam em vários modelos e o casaco de pele com capuz para uma noite na Suíça – certamente uma exigência da Donatella.


Versace 4.jpg

Apesar de tanta novidade, peças de couro ajustadas continuam chamando muita atenção. Para elas os tons são clássicos: marrom e preto. No restante da coleção é que surgiu muito bege, cinza e até macacão de seda e ternos de oito botões.


Fotos: divulgação

#moda #homem #luxo

Destaque
O CRICOFELIX.COM é o site criado pelo jornalista Cristiano Felix sobre tudo o que interessa ao dândi moderno: tecnologia, moda, comportamento, gastronomia etc. As imagens contidas podem ser creditadas ou reproduzidas de fontes externas. Caso você tenha os direitos sobre qualquer imagem publicada aqui e não quiser que ela seja veiculada, entre em contato para que ela seja prontamente removida.  

Categorias:

Comente aqui: