A melhor surpresa do São Paulo Restaurante Week

20.09.2014

 

Tenho tido a sorte de sempre estar por São Paulo na época do Restaurante Week. Esse ano, na 15ª edição, são 221 estabelecimentos participantes oferecendo boa gastronomia a um preço justo. Faz quatro dias que estou por aqui e só consegui ir a meia dúzia deles, mas minha maior surpresa foi o Santa Gula, que fica na Consolação, nos Jardins.

A casa é tradicional, passou recentemente por uma reforma e reabriu há cerca de 9 meses. Entrei, escolhi uma mesa nos fundos e pedi pra ver o cardápio do festival. Saquei a câmera fotográfica e um senhor que me atendia se aproximou. Expliquei que escrevia pra o blog. Ele pediu pra ver a página e voltou e disse que podia me mostrar todas as dependências.

Conversamos um pouco sobre o festival, a redução do investimento em divulgação e o público ainda tímido, apesar de a programação ter iniciado no último dia 15. Até que veio a entrada, uma saladinha cítrica com lula crocante deliciosa. 

 

 

Antes do prato principal, ele pediu pra o chef Rodrigo Trindade ir até a minha mesa e nos conhecemos. O Rodrigo comanda as caçarolas por lá desde a reinauguração e tem mãos muito boas. Num impulso até estendi as minhas para cumprimentá-lo.

 

 

A pescada com molho de tamarindo e pisto manchego é guarnecida de legumes. E o ponto estava simplesmente perfeito. Dos vegetais, a beringela talvez seja o mais complicado de acertar. Um pouco antes e ela fica borrachuda. Um pouco depois e é capaz de amargar. Mas a que me veio era algo que eu nunca tinha experimentado. Derretia na boca sem que fosse preciso mastigar. Ela dissolvia e me fazia sentir todas as sementes. A torre era formada por lâminas dessa delícia, abobrinha e tomates.

A cozinha da santa Gula tem sofisticação e um jeito brejeiro que me agradou de cara. Deve fazer isso com mais uma porção, já que há pratos que estão no cardápio há mais de uma década. 

 

 

Das receitas tradicionais, uma foi adaptada para o evento. Invés de uma calda de frutas vermelhas, a musse de tapioca (pra eles escrita como a grafia original em francês, mousse) está levando, durante essas duas semanas, uma calda de maracujá. E eu fico imensamente grato por ver releituras de algo típico do meu Nordeste. Ainda mais em forma de um doce levissímo e super refrescante. 

Foram esses três ótimos motivos que me fizeram escrever esse post, recomendar o restaurante e percorrer outros com a câmara fotográfica na mão (aguardem!).

Dá tempo de conhecer, já que o evento segue até o dia 28 de setembro com preços fixos para o menu completo. O almoço custa R$ 38,90 e o jantar R$ 50,90, sendo que a cada refeição R$ 1 é doado para a Fundação Cafu.  

É so clicar no link pra saber mais sobre o Restaurante Week.

 

Texto e fotos: Cristiano Félix.

Please reload

Destaque

O que comprar em promoção?

08.07.2019

1/6
Please reload

O CRICOFELIX.COM é o site criado pelo jornalista Cristiano Felix sobre tudo o que interessa ao dândi moderno: tecnologia, moda, comportamento, gastronomia etc. As imagens contidas podem ser creditadas ou reproduzidas de fontes externas. Caso você tenha os direitos sobre qualquer imagem publicada aqui e não quiser que ela seja veiculada, entre em contato para que ela seja prontamente removida.  

Categorias:

Comente aqui:

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now