Enoturismo no Chile

01.09.2014

 

 

Qualquer degustação de vinhos ganha um sentido muito mais amplo quando se está no Chile e pode sair provando os distintos sabores onde eles são produzidos. E uma região que começa a despontar por aqui é a do Valle de Casablanca, distante 70 km de Santiago, surgida por volta dos anos 1980.

O solo e clima são propícios para o cultivo e elaboração de vinhos brancos, como o Chardonnay e o Sauvignon Blanc, mas também são produzidos tintos de excelente qualidade, como o Pinot Noir. E foi um deles que escolhi para dividir com duas pessoas muito queridas, Éverton Barbosa e Sheyla Azevedo, na vinícola Casa del Bosque. Um grand reserva para um grande momento. O Pinot Noir tem aromas de canela, cedro e laranja e notas de frutas vermelhas e pimenta. É uma delícia!

 

 

Entre as que fogem da já batida Concha y Toro, essa viña é uma das mais indicadas. O salão está sempre cheio e em três horários distintos ao longo do dia são oferecidos tours pela vinícola. Depois de apresentado o processo de produção e particularidades da região os ingressos partem para uma degustação de cinco rótulos. Tudo custa 15.500 pesos chilenos, o equivalente a R$ 68. 

Como o espaço é disputado a reserva faz-se fundamental. É isso ou admitir a possibilidade de desfrutar da varanda, onde não há aquecedor. Nessa época do ano a temperatura termina sendo agradável se você sai bem agasalhado. Nem mais, nem menos: uma segunda pele que deixa de ser colocada é garantia de passar frio. 

 

 

A Casa del Bosque foi eleita pelo IWSC (International Wine and Spirit Competition) a melhor vinícola do Chile em 2013.

 

Como cortesia são oferecidos pães e sopaipillas (pastéis que parecem as bolachas umedecidas com leite que são fritas e servidas no café da manhã em algumas regiões do Brasil). A sopaipilla é um pastel servido em quase toda a América do Sul, encontrada no Chile desde 1726. Come-se com um molho chamado pebre, feito com tomate, cebola, alho e ervas.

 

 

Ainda pedimos um gratinado de mariscos. Quentinho, ajudando a melhorar a sensação de frio. Uma lojinha na saída oferece os principais rótulos da casa a preços convidativos. Pra quem quer fugir do óbvio na hora de presentear vale dar uma olhada nos outros produtos. Achados como o sabonete de vinho fazem bonito.

 

 

O caminho para Casablanca é através de uma estrada muito bem sinalizada. Com destaque para dois túneis que cortam as montanhas ao oeste da capital chilena. Passamos por dois pedágios na ida e na volta. Isso nos custa 10 mil pesos chilenos, algo em torno de R$ 44. Parece caro? Nem sentimos, porque a paisagem paga cada centavo gasto. 

Quem não aluga carro pode pegar os ônibus de turismo que levam até essa região e seguem até Valparaíso. 

Please reload

Destaque

O que comprar em promoção?

08.07.2019

1/6
Please reload

O CRICOFELIX.COM é o site criado pelo jornalista Cristiano Felix sobre tudo o que interessa ao dândi moderno: tecnologia, moda, comportamento, gastronomia etc. As imagens contidas podem ser creditadas ou reproduzidas de fontes externas. Caso você tenha os direitos sobre qualquer imagem publicada aqui e não quiser que ela seja veiculada, entre em contato para que ela seja prontamente removida.  

Categorias:

Comente aqui:

This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now